miércoles, 25 de abril de 2012

Aécio e a dor de um homem traído

Me comove a dor de Aécio Neves.

O sofrimento de um homem traído. 

Nelson Rodrigues adoraria escrever sobre isso...

Aécio, o líder, o político modelo de uma turma de jovens que se protegem do sol das Minas Gerais usando chapéu Panamá.

O homem que nunca será;
 
Em maio do ano passado, o neto de Tancredo arrumou, a pedido do senador Demóstenes (ex-DEM), um cargo comissionado no governo de Minas para a prima de Carlinhos Cachoeira, personagem dos mais falados ultimamente nos noticiários políticos, envolvido com crime organizado, contravenção e outras práticas não muito republicanas.

A prima de Cachoeira tomou possse em 25 de maio do ano passado.

Os ventos do outono trouxeram novidades.

No início deste mês, quando as escutas telefônicas entre Demóstenes e Cachoeira vieram à tona, Aécio se pronunciou no Senado. 

E rasgou elogios ao homem que, segundo ele, agora traiu sua confiança.

Demóstenes, para nós que o conhecemos e o conhecemos em profundidade talvez soasse desnecessária sua presença hoje na tribuna do Senado Federal para tratar dessa questão, disse Aécio na ocasião.

"Esteja seguro, V. Exª, a sua família, aqueles que como eu tanto o admiram, de que será desta forma que V. Exª continuará a ser visto pelos brasileiros, pelos goianos e pelos seus Pares: com respeito e enorme admiração."

Assim terminou o discurso-defesa.

Os dois senadores se lambem.

Mas...

A amizade desses dois nobres e honrados políticos agora está estremecida. 

Em entrevista, o senador mineiro desabafou: "Eu me sinto traído na minha boa fé". 

O ex-governador de Minas disse que, há um ano, não poderia imaginar que Demóstenes tivesse ligação com contraventores.

Que desconhecia o parentesco da indicada e a origem do pedido.
 
Que qualquer indicação de Demóstenes credenciava o indicado.

O mesmo Aécio que disse conhecer Demóstenes em profundidade.

Agora reclama e se recolhe ao luto de um homem que foi apunhalado.
 
Se faz de ingênuo, o pobre coitado.

Aécio Never.

Porque ele nunca será.

E o Serra, que dorme com um boneco de Aécio para fazer vodu, gargalha, mostrando suas reluzentes gengivas.

A postura da imprensa
Durante toda a terça-feira e até o início desta madrugada, a notícia do envolvimento de Aécio com a contratação da prima de Cachoeira pelo governo de Minas foi divulgada nas páginas dos principais canais de notícia do país e de Minas Gerais na internet: globo.com, R7, Portal Terra, Estadão (que deu em primeira mão), Zero Hora, Carta Capital, Hoje em Dia e O Tempo - se você sentiu falta de algum jornal, não terá sido mera coincidência.


                                             Você não vale nada, mas eu gosto de você...

3 comentarios:

Anónimo dijo...

“Senador, dica de cavalheiro: a boa, velha e franca conversa com uma arma carregada num quarto solitário nunca saiu de moda” (Subsecretário de Esporte e Juventude do Governo de Minas e assessor de comunicação da Turma do Chapéu - PSDB Jovem - Gabriel Azevedo, 2012 via Twitter)

Resumindo: Se atrapalha a carreira de Aécio Neves, o líder da juventude tucana prefere a eliminação física do "problema".
Fonte: Minas Sem Censura
http://www.minassemcensura.com.br/conteudo.php?MENU=3&LISTA=detalhe&ID=464

Borboletas dijo...

Parabeins, acho que você esta escrevendo muito bem, Eu não sou um jornalista e não estou bem informado que aconteceu, mas eu entendo o que você escreveu

Anónimo dijo...

Em conversa telefonica de cachoeira, gravada pela PF, ele pergunta de quanto é o salário da prima no Governo de Minas. R$2.300,00. Assustado ele rebate algo do tipo: "poxa, um desses cargos aqui em GO é de 10 mil"!!

É mole??