miércoles, 4 de marzo de 2009

Lua bonita

Não foram muitos os minutos. Eu cheguei sem esperar nada e, quando vi, estavas à minha frente. Despindo-se ante meus olhos atônitos, quase bobalhão. Tive vontade de chorar. Vontade mesmo era de beijar-te, tomar-te em minhas mãos. No meu quarto, dormir com você para sonhar felicidade e ninguém, ninguém poderá nos acordar. Sonharemos para sempre. Estaremos em lugares que, despertos, nunca encontraremos. Andaremos em bicicletas de cristal, poderemos voar. Mas se não posso ter-te, leve-me. Quando ordenares, eu vou.
Ah, se tu não fosses casada, eu preparava uma escada para ir no céu te buscar...

Belo Horizonte
18/02/09

5 comentarios:

Maíra Vasconcelos dijo...

que lindo...

Lua Bonita....

Punto Caramelo dijo...

hermoso

Gustavo Rodrigues S. Dias dijo...

Você só fala assim dela porque sabe que nunca poderá tê-la. Caso contrário a história seria diferente.

Anónimo dijo...

" Como gostaria de ser essa lua..."

mpimenta dijo...

Brunão, como fico feliz de entrar no seu blog e ver tantos novos posts. E tão lindos, tão bem escritos, tão sinceros e me deixam com uma saudade tão, tão grande de você. Companheiro, suas palavras me encantam e me deixam feliz de ser sua amiga e te ter como amigo querido!

Beijos